Categorias
Artigo Humor

O Azar ao Sair do Carro ao invés do “Azar na Praia”, música intemporal…

   Não, esta não é uma publicação do Hetero Doméstico ou do Estúpido Aluga-se. Trata-se de uma história real. Tão real quanto a sua sede. Eu fui o principal interveniente.

 

   Talvez ainda se lembre (ou desconheça!) o tema “Azar na Praia“.

Não se preocupe. Pode ouvi-lo aqui. Talvez seja melhor baixinho (faça-o se não quiser desenvolver um problema auditivo), mas esteja atento à letra.

 

 

   Nesta minha história, com cerca de um ano, não há “marmelinhos à mostra”. Felizmente, os “tomatinhos” também não. “Tomatinhos” dado estarmos a falar de frutos, claro!

 

   A vida de professor é stressante, pelo que eventuais acidentes de percurso são normais. Por exemplo, comigo é de todo importante que as portas com vidros os tenham um pouco sujos ou escuros. Caso contrário, caso ela não se desvie, eu também não o faço.

 

Uma das atividades que detesto, inerente à profissão, é a vigilância de exames. Ter de permanecer calado cerca de 2h (múmia!), de pé, muitas vezes sem água e ver os alunos a sofrerem… Não, não é fácil. Sinto vontade de saltar, dizer piadas,… Como tal, quando requisitado para o serviço de exames nacionais ou provas de aferição, o meu stresse começa bem cedo.

 

   Naquela manhã, o calor fazia-se sentir. E que calor!

Calma, pois não me recordo de como acabei o meu dia. Nada de pepinos, melancias e afins nesta salada.

 

A minha relação com a roupa é algo caótica. Em toda a que toco, logo fica amarrotada, fora do lugar,… 

Após o duche matinal pedi à minha mãe uns calções confortáveis. Sabia que tinha emagrecido, mas esta peça de vestuário parecia.me ficar bem, ainda com o tamanho adequado. A minha mãe disse:

 

– É melhor pores cinto. 

 

Claro que não ouvi. Estavam justos naquela maldita gordura localizada, na região abdominal. Ao sair de casa, feito gato assustado, com receio de atrasar-me, a minha mãe repetiu a recomendação. Não, ela não podia ter razão. Para além disso, tinha vestido as cuecas. Nada abanava. Não estava num dia “não”.

 

   E assim parti, rumo à Escola Secundária do meu Agrupamento.

Estacionar entre dois carros? Nem pensar. Avistei um espaço livre para dois, e lá deixei o carro, torto ou direito, já nem sei. Ah, não tenho direção assistida, ok? Nada de gozarem com a minha incapacidade. Até porque, direção assistida a torto ou a direito é importante para outras coisas. Ups!

 

   Troquei os óculos de sol pelos outros e toca a sair do carro, ao meu estilo teen, mas com postura. Nesse momento de solene postura ereta, os calções decidiram cair, até aos meus joelhos! Logo eu? E as minhas nádegas que precisam de silicone voltadas para um edifício com lojas no rés-do-chão? Consegui segurar, atempadamente, a parte da frente do calção. Estaria com direção assistida (rima com o que quero dizer!)? Não sei. Visto do lado direito, por onde é a entrada dos “doutores” seguramente dei a ideia de que alguém fazia-me sexo oral, desde o interior do carro. Já a minha expressão facial… “Sim! Oh, não! Simmm!”

 

   Nada como “desatar” a rir da minha figura, com vontade em deixar os calções estendidos em qualquer pau… da roupa. O tempo tinha passado e era impossível regressar a casa, por forma a trocar aquela peça de roupa.

 

   Cabeça erguida, um sorriso, os bons dias e lá fui eu.

Escusado será dizer que durante todo o tempo que estive na Escola, segurar os calções com a mão foi uma prioridade. Ainda bem que não fui quem entregou os exames aos elementos do secretariado pois, caso contrário, “Azar na Escola”. Na verdade, “Como é que eu hei de?/ Como é que eu hei de ir-me embora/ Com a saladinha prestes a ficar de fora”.

 

E o dia continou quente.

E eu fiquei ainda mais quente…

 

"Life drawing of a male nude with a cane" (Adolphe Valette), Manchester Art Gallery, Manchester

 

Por Paulo Vasco

Alguém que gosta de palavras, da chuva, das nuvens e do cheiro a "terra" molhada.
Insensato ou não, deambula pelas incógnitas da vida.

32 replies on “O Azar ao Sair do Carro ao invés do “Azar na Praia”, música intemporal…”

Obrigado.Curioso é, continuar a achar piada. Hoje, dia de reunião geral, antes de sair de casa, logo fui mostrar os calções novos à mãe. Não fosse repetir a proeza, desta feita, numa estrada com muito trânsito.

Gostar

Querido Paulo, escrever é, de facto, um dom que tu tens! Já li alguns dos teus textos e fico sempre com vontade de ler mais e mais, tal é a qualidade dos mesmos! E este é mais um belo texto! Para que conste, consegui visualizar toda a cena – que beleza descritiva – e não pude deixar de rir😁! Continua a presentear-nos… não importa o tema, porque é um prazer ler-te!

Gostar

Ahhhhh! Muito bom! Eu bem digo que tu tens muito jeito para a escrita! Tens mesmo que aproveitar esses teus dotes de escritor!

Gostar

ahahahah parecido, muito parecido e ri-me tanto! Uma pessoa ri-se, mas são situações mesmo desagradáveis. A nossa solução foi dar-lhe o cinto que estava a usar, que por acaso teve sorte, dificilmente ando de cinto nas calças, mas há 3/4 calças que os uso não por as calças me estarem exageradamente largas, mas porque me sinto mais confortável. Então lá lhe dei o meu cinto, que por sorte também era azul e é daqueles ajustáveis, dá para qualquer pessoa, e com o casaco por cima nem se reparava. Mas ainda me ri mais a dar-lhe o cinto :pAh e os vidros das portas… a minha mãe é professora e uma vez vi-a bater contra uma porta de vidro, daquelas mesmo transparentes, porque estava a correr de um lado para o outro, coitada, quase que chorava por ela, porque quase partia o nariz :p Deve ser mesmo da profissão :pboa história, beijinhos*

Gostar

Deixe a sua opinião.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.