O professor inesquecível

educação, escrita, opinião, reflexão

Aqueles que sempre sonharam com a carreira de professor, ignorando, saliente-se, a cruz e os espinhos inerentes à profissão, gostam de marcar, positivamente os seus alunos. Com isto, não quero dizer que não façam advertências. Bem pelo contrário! Se as não fazem, não gostam, não se preocupam… Em suma, não amam os seus discentes. Certo é que, na maior parte das vezes, estas acarretam pais ou até mesmo colegas que a eles se dirigem de forma pouco educada, dando o dito por não dito, despejando o seu mal estar interior em professores que também  têm os seus problemas e vida pessoal.

Esqueçamos estes lamentáveis exemplos presentes na nossa sociedade e congratulemo-nos com os pais e professores que ainda transmitem valores e se preocupam com o amanhã. Aqueles que pautam pela diferença.

Neste documento  encontra algumas orientações, no total de uma dezena, para que, como professor possa marcar a diferença.

 

Toys

Toys

Advertisements

2 thoughts on “O professor inesquecível

  1. Houve um tempo em que se repetia um bordão por aqui: ser professor é um sacerdócio… Passado o tempo, implacável, não vejo desaparecer a verdade dele… infelizmente, pois não rra para ser assim… Hoje, com o desrespeito tomado como critério de avaliação, nem sacerdócio é mais… Sabe-se que no Japão, a única pessoa para quem a família imperial se curva é o professor… Que vontade de viver no Japão…

    Liked by 1 person

Deixe a sua opinião.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s