Existe um Outro Sol

escrita, fotografia

Dizem que o  Sol, quando nasce, é para todos. Porém, a sua luz parece não iluminar, com a mesma intensidade, todos os caminhos, mais ou menos sinuosos.

Adolescente, o mar era para si algo separado pelo monitor do televisor e quilómetros de distância. Sabia a sua cor, identificava alguns dos seres vivos característicos deste ambiente estudado nas aulas de ciências naturais, desconhecia o cheiro, a existência de dunas e daquela areia, diferente e de menor granulomentria, daquela que encontrava na sua região, de origem granítica, moldada pelo Mondego.

O grande momento chegou.

À semelhança da criança ávida por toda e qualquer descoberta, o Oceano foi confundido com alguns elementos onde as ondas nada fecundam. Os sentidos despertos não encontravam o equilíbrio necessário para saborear e focalizarem-se os diferentes elementos da natureza.

Enquanto hormonas saltitantes deixavam os pares instáveis, perante corpos mais ou menos delineados, que trocavam olhares descabidos, sem malícia e com alguma inocência, não obstante o desejo, ele  regozijou-se ao encontrar um caranguejo morto e diferentes conchas. Que jubilo! Mais tarde, como se de uma criança se tratasse, com paus que encontrava espalhados pelo areal tentou construir uma cabana.

Ao meu lado, um adolescente prestes a terminar a escolaridade obrigatória, também ele até então desconhecedor do mar que enrola na areia e suas fragrâncias, confidenciava-me, com o olhar fixo no azul, “Isto aqui é bom para pensar. Faz pensar, professor”. Concordei e juntos permanecemos a ouvir músicas dos anos 80, enquanto os restantes corriam e brincavam como se não houvesse amanhã. Próximo de nós, a cabana que era mote para diferentes adornos arquitetónicos.

Naqueles raios de Sol, a certeza de que as assimetrias sociais ainda existem, o futuro é uma incógnita e o “reino dos céus” não é para mim, contestador inato.  Saliente-se o quanto os nossos jovens e adolescentes são impedidos de conviver, não estimulados, não brincam e a Escola, em diferentes instâncias lhes rouba o direito de sonhar.

I saw

By Paulo Vasco

Advertisements

4 thoughts on “Existe um Outro Sol

  1. Bom dia
    Gostei do texto que nos ajuda a pensar e a descobrir o mar nesse enrolar das ondas e dos olhares. Parabéns por captares os sentimentos de muitos que se sentam na areia e se deixam sonhar.

    Gostar

Deixe a sua opinião.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s