Ajude o Seu Filho a Estudar Melhor

educação, escrita, opinião
como ajudar o seu filho a estudar melhor

“Como ajudar o seu filho a estudar melhor?” – Fonte

Nesta publicação constam algumas indicações para que possa apoiar o seu educando no estudo diário. Começamos por partilhar uma imagem extraída daqui com algumas orientações. Estas devem adaptar-se às características do jovem e outras às suas condições habitacionais. Se não tiver uma sala disponível, opte pelo quarto, por exemplo, estando atento(a) à não existência de equipamentos distratores (televisor, videojogos, telemóvel com jogos ou ligação WiFi cujas APP visam conversar com os amigos e desconhecidos, etc). Evite a cozinha, lugar escolhido por muitos dos pais de alguns antigos alunos, como forma de manter a família próxima. Independentemente de criança ou adolescente, a concentração é necessária e os trabalhos devem ser realizados sem os estímulos que lá ocorrem. Imagine o que é compreender e memorizar a grande e a pequena circulação entre conversas paralelas, a preparação do jantar e o vizinho que veio trazer-lhe uma carta que o correio deixou por engano noutra morada…

A luz natural deve ser aproveitada. Assim, de preferência, e sempre que possível, a secretária ou a mesa utilizada para estudo deve ficar orientada por forma a que o estudante fique diretamente virado para a fonte de luz solar. Caso se recorra à luz artificial, o candeeiro de mesa deve ficar localizado no lado oposto ao da mão que o jovem/adulto utiliza para escrever. Por exemplo, se a criança for esquerdina, o candeeiro deve ficar do lado direito. Já se a criança for dextra, o candeeiro deve ficar do lado esquerdo.

 


 

Tem outras sugestões?

Quer propor outros artigos?

P.f., utilize os comentários ou envie uma mensagem recorrendo à respetiva secção do blogue.

Anúncios

4 comentários sobre “Ajude o Seu Filho a Estudar Melhor

    1. Também me parecem, Célia.
      Encontrei a imagem numa das minhas pesquisas diárias para o blogue do meu departamento. Neste ano estou numa UEEA, a trabalhar com autistas e até já tivemos a visita de colegas teus, como podes ver aqui Um Só Mundo.
      Mas outras há.
      Bjs.
      Bom ano de 2016.

      Curtir

    1. Por acaso, quando pequeno, algo que me aliciava na profissão de professor era o ter de estudar sempre.
      Mas o início do seu comentário remeteu-me para algo que não referi no texto: os momentos de lazer, em família, que podem ser de motivação/estudo, quando se visita um museu, um castelo que está a ser falado nas aulas de história, se visita a Serra da Estrela e procura evidências geomorfológicas, se estuda os ângulos do campo de futebol e da igreja da vila/cidade, se vê um documentário, se lê um livro, se escuta uma música e contextualiza, etc, etc.
      Sem dúvida que é impreterível que a família valorize o estudo/escola. Quando tal não acontece, o que tanto se verifica no nosso país, a tarefa de levar a descobrir novos horizontes é bem mais complicada.

      Continuação de uma boa semana.
      Obrigado pela visita.

      Curtir

Deixe a sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s