O Sonhos no CONTIoutra

diário

Ontem, fui gentilmente contactado por forma a ceder os direitos de autor da minha publicação O luto antecipatório e o luto pós-morte, escrita a 18 de janeiro deste ano, pouco tempo depois da morte do meu pai e de concomitantes acontecimentos maquiavélicos, a nível profissional, à plataforma CONTIoutra. Nesta, também presente no facebook, são abordadas questões de psicologia, com o intuito de ajudar outras pessoas.

Como dizer não?

Impossível.

Quando escrevi a publicação em causa, até poucos dias antes, apenas conhecia o luto antecipatório. Todo o processo vivi-o numa dor profunda e vazia, inqualificável, que quase me levou ao esgotamento mental. Constatei que na sociedade poucos entendem que cada um vive e sente o luto de forma diferente. Da mesma forma, tratando-se de um cancro, estes não são iguais na intensidade e flagelos/sequelas, mesmo naqueles que provocam a morte do doente. Em muitos familiares, acredito que a dor seja idêntica. No caso do meu progenitor, ainda em vida, entrou em estado de decomposição com hemorragias horríveis e sem lucidez. Somente a minha mãe, os vizinhos, uma prima cuidadora da minha avó sempre que não podíamos estar junto dela, e eu sabemos do que falamos. Sabemos ainda do crime médico cometido e para o qual fiquei sem provas dado ser a minha mãe a acompanhar o meu pai, enquanto eu, depois de dar aulas, logo ia a correr para casa, no intuito de  cuidar da minha avó, doente de Alzheimer. Entretanto, quantos doentes têm sido assassinados, induzidos a realizar o autotransplante de medula, sem que a análise da mesma tenha sido concretizada? Quantos inocentes se têm matado, já que ao seu sofrimento, agonia e degradação, assistem apenas os familiares e enfermeiros e não as “professoras doutoras”?

Atualmente, ainda sinto incompreensão.

Recentemente morreu a minha querida professora de filosofia, vítima do mesmo flagelo. Tive que faltar ao trabalho. Quando soube, fiquei desorientado e as memórias fizeram parte do presente. Fui entendido? Não. Tal como disse, o cancro do meu pai é visto de forma trivial. Da mesma forma, o da minha professora que se disseminou e consumou pelo seu corpo. Por outro lado, entender a admiração de um aluno por uma das suas mestres, para muitos parece algo do outro mundo. Esquecem ainda o luto antecipatório que vivi (viverei?) aquando à minha mãe foi diagnosticado e removido um tumor na glândula salivar localizada na mandíbula. Passado um dia de saber que as células más tinham sido removidas com sucesso, soubemos do que se passava com o meu pai. Um mal nunca vem só.

Tudo isto não para terem pena. Nada disso.

Tudo isto para dizer que a publicação no CONTI têm como principal objetivo ajudar outras pessoas que se encontrem a passar pelo mesmo. Tal como este relato. Neste bologue, desde sempre encontram a secção de “contacto”.

Um abraço.

Sei que há um fim : antes da doença até ao estado de inconsciente

Sei que há um fim : antes da doença até ao estado de inconsciente

Anúncios

5 thoughts on “O Sonhos no CONTIoutra

  1. Bom dia meu grande amigo
    Estás sempre presente no meu pensamento. Ultimamente temos estado em silêncio, mas tu sabes quanta necessidade temos das palavras de lado a lado. As palavras matam e muitos dias não nos oferecem conforto. Reabrem golpes profundos na nossa vida, mas eu gosto do que escreves e do modo aberto como o fazes.
    Vivemos em plataformas diferentes. Quero esquecer todos os dramas e recordar apenas o que de bom e belo temos recebido. Quero viver cada dia com energia e optimismo, não como se fossem os últimos, mas apenas como um presente que recebo sempre ao acordar.
    Aceita um abraço. Quando quiseres podemos falar um pouco mais. Eu estou por aqui.

    Gostar

Deixe a sua opinião.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s