Também Eu Tenho o Direito

7.ª arte, educação, escrita

Também eu tenho o direito de viver, sonhar, ser feliz, amar e ser amado, falar acerca das minhas perspetivas e abraçar.

Também eu tenho o direito de acordar a teu lado, dar-te a mão, beijar e ser beijado, estar contigo nos bancos da Escola não esconder os meus sentimentos.

Também eu tenho o direito de sentir-me igual, já que assim o sou, entre os meus semelhantes. Não me sentir julgado, ridicularizado, ameaçado, humilhado, e de corpo e alma dolentes.

O recente videoclip de CalogeroJ’ai le Droit Aussi, incluído no álbum Les Feux d’Artifice (2014), põe a descoberto estes sonhos, quantas vezes recalcados, dada a não aceitação da diferença por parte de uma sociedade hipócrita e castradora. Há uns tempos atrás, neste contexto aqui no blogue, nos comentários, surgiu uma ideia que me deixou a pensar e com a qual acabei por concordar: neste videoclip faz-se referência à condição sexual de um adolescente e não à sua orientação, uma vez que para tal não foi orientado. Nasceu assim, sentindo-se atraído por jovens do mesmo sexo. Não se entenda “condição” como fatalidade.

Numa entrevista à revista LGBT francesa TÊTU, pode encontrar algumas das especificidades do videoclip. Para tal, basta clicar na hiperligação. A letra da canção é, em meu entender, realista e sensível, a analisar nas aulas, bem como o videoclip, enquadrado no contexto da sexualidade ou qualquer outro tipo de diferença. Afinal, quem não é diferente? 

A letra

Que dira mon père
J’en ai marre de faire semblant
Que dira ma mère
M’aimera-t-elle toujours autant

Je ne suis pas mieux qu’un autre
Je n’suis pas pire non plus
J’ai le droit de vivre heureux
J’ai le droit aussi
Le droit de l’aimer lui
J’ai le droit d’être amoureux

Que diront les gens
Il plaindront mes pauvres parents
Que dire à ces gens
Qui me trouvent trop différent

Je ne suis pas mieux qu’un autre
Je n’suis pas pire non plus
J’ai le droit de vivre heureux
J’ai le droit aussi
Le droit de l’aimer lui
J’ai le droit d’être amoureux

Tant pis si ça choque
Je ne veux plus avoir peur
Un homme est un homme
Peu importe où va son cœur

J’ai le droit aussi
Le droit d’être avec lui
J’ai le droit de vivre heureux
J’ai le droit aussi
Le droit de l’aimer lui
J’ai le droit d’être amoureux

J’ai le droit de vivre heureux

Que dira mon père
Que dira ma mère
Que diront les gens

J’ai le droit aussi
J’ai le droit aussi
J’ai le droit aussi

Anúncios

6 comentários sobre “Também Eu Tenho o Direito

Deixe a sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s