Não acredito

diário, escrita

wpid-wp-1426725987818.jpeg

Não, não acredito no amor.

Não acredito nos sorrisos forçados.

Nas posturas forçadamente sensualizadas nem nas palavras. Estas são mentirosas. E assim, enganam e traem.

Não acredito no “Sangue do meu sangue”. Pura expressão que coagula e entope todos os vasos sanguíneos. Dissemina leucemias, na pura maledicência e inusitado evangelho. Nos gabinetes de lascívia, já que a vergonha há muito se perdeu. Nada mais do que isto, em alguns exemplares da espécie.

Não, não acredito em ti.

É preciso saber dizer não.

Enfrentar as chefias, Revolucionar o sistema.

Não, não acredito nas frases divulgadas por esse facebook. Não são pessoais, na sua maioria sem qualquer herança.

Não, não acredito na aparência. Aquela que não combina com o teu Eu, o qual vejo sempre que estás distraído(a). O Eu corrosivo…

Não, eu não acredito…

Anúncios

4 thoughts on “Não acredito

  1. “Pura expressão que coagula e entope todos os vasos sanguíneos. Dissemina leucemias, na pura maledicência e inusitado evangelho” – Esta passagem é monumental… Parabéns pelo texto 🙂

    Gostar

Deixe a sua opinião.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s