Conversas com Marguerite I

escrita, fotografia

SONY DSC

Se sempre escolhemos acertamente? Não. Se nos arrependemos dessas escolhas? Sim, também. No fundo tudo será é um risco. Penalizarmo-nos por uma escolha é a pior coisa que podemos fazer. Escolhemos, ponto. Desfazer essa escolha será difícil, mas nunca impossível. Normalmente as consequências de uma reversão são penalizadoras e em nada brandas. É melhor viver respirando sem dificuldade ou viver preso num dogma de uma escolha? Ambos são penalizadores e têm consequências drásticas. Tomar uma decisão não é fácil, suportar até ao limite desgasta, e avançar não é prudente. Cada um saberá na altura certa o que fazer, tendo em mente que cada ato de reversão significará uma mutação sem volta, porque na volta nada será igual.

 Lefteris Kablianis (2015). Conversas com Marguerite.

                                                                                                                                    Brevemente na sua livraria

Fotografia, dos meus fotógrafos preferidos no WP, JC

Anúncios

4 comentários sobre “Conversas com Marguerite I

Deixe a sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s