Sequestrado

desafios, escrita
"Chegas de negro" por São Gonçalves

“Chegas de negro” por São Gonçalves

Nunca ponderei poder vir a ser sequestrado. Por um lado, a minha insignificância; por outro, o país, não obstante, a corrupção e a crise económica. Tudo aconteceu num ápice: estava no café, a ler o meu livro, quando senti algo na cabeça. De resto, apenas recordo tudo enublado. Como é evidente, o meu resgate não foi pago: quanto valem duas mãos cheias de nadas?

Perante o desalento, o caminho dos desalinhados e a história de vida resumida a três inúteis folhas de papel amarrotado, os sequestradores decidiram libertar-me. Como não podiam deixar pistas, deram-me três opções: uma ilha deserta, deixar-me trancado num apartamento isolado ou solto numa qualquer e densa floresta. A escolha foi imediata.

Chegado o momento da libertação, desnudado do consumismo e dos agentes promovedores de stresse, renasci na floresta da Amazónia. Meio homem, meio bicho, na minha cabana tinha os elementos essenciais ao bem-estar, junto ao riacho doce. A cor envolvente, nos elementos naturais alimentava, o meu campo visual e o canto dos pássaros, adornava a minha alma.

Naqueles ecossistemas que me sitiavam, os animais falavam, assim como as flores e árvores. Tão semelhantes à série brasileira de criança “Sítio do pica-pau amarelo”.

Até que um dia, ao longe, avistei silhuetas… Cada uma delas semelhante à de pessoas marcantes na minha vida, que há muito fazem parte do mundo espiritual.

Interroguei-me então, compreendendo, em simultâneo: -“Morri?!”

Daily Prompt

Anúncios

3 comentários sobre “Sequestrado

Deixe a sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s