Metrossexuais ou homens que se cuidam?

escrita
      O termo metrossexual teve origem em 1994, na Inglaterra, popularizando-se em 2002. Os metrossexuais eram então conhecidos por “não viverem” sem o seu hidratante predileto para a pele, apreciarem um bom vinho, sonharem com o último modelo de carro desportivo e gostarem de comprar peças de design. Geralmente estavam bem colocados profissionalmente. Esta alteração no comportamento e atitude conduziram a alterações no mercado: sugiram as revistas de moda e estilo para homens, produtos para o corpo e acessórios específicos. Do barbeiro, abriram-se as portas dos salões de cabeleireiro e estética. Comprar uma água de colónia e usá-la deixou de ser visto como ato feminino. Se quiser saber se é metrossexual, o ionline publicou um questionário curioso.
      Eis-nos na presença de homens triviais, sem preconceitos para com a utilização do creme da esposa ou namorada, no rosto ou corpo. Eles são capazes de utilizar uma máscara de limpeza ou hidratante pois, assim como as mulheres, também eles têm problemas de pele. A queda do cabelo é prevenida ou evitada, as unhas e os pés são tratados (sim, também eles têm calos ou unhas que partem e lascam!), entre outros exemplos. Mas não pense o estimado leitor que se trata de um conjunto de pessoas fúteis, que vivem da beleza para a beleza… Nada disso, espreite por exemplo a gama da Gillette e da Nívea.
Elvis kissing, 1956 • Alfred Wertheimer
      Não concordo com a formação – criação de grupos e concomitante aplicação, neste caso, da designação  “metrossexual”. Em causa está o bem estar e a Saúde. Falamos de pessoas que como todas as outras, têm personalidades e reações diferentes. Para quê agrupá-las ou nomeá-las? Ridículo!…
Recordo que todo o creme é um medicamento: ao ser aplicado, os seus ingredientes ativos vão para a corrente sanguínea produzindo efeitos. Assim como acontece, por exemplo, com a pomada para as dores musculares ou o gel para a acne.
Regra geral, a pele dos homens é mais oleosa e densa pelo que os sinais do envelhecimento fazem-se sentir mais tarde do que nas mulheres, ainda que de forma mais rápida e inesperada. Atualmente várias são as linhas de cosméticos para homem mas o importante é que este utilize os produtos com os quais se sente bem (e esses apenas a sua pele lhe saberá dizer quais são), para homem ou não (eu uso champô de bebé!), sem esquecer o corpo já na adolescência (pois é, não só os que engordam e emagrecem com repetidamente mas também os que crescem rapidamente desenvolvem estrias), …..  Não esqueça mesmo é o protetor solar bem como beber cerca de 1,5 l de água por dia, praticar uma alimentação equilibrada e exercício físico.
      Cuide de si.
      Afinal se o não fizer quem é que o fará por si?
© Santa Comba Dão, Paulo V. Pereira, 20/08/11 às 00h.15min
 
Qual é a sua opinião acerca desta temática?
Anúncios

14 comentários sobre “Metrossexuais ou homens que se cuidam?

  1. Muito bem!O trabalho de casa foi feito e está tudo muito bem explicadinho!Ah! E olha que a pintura escolhida como imagem ilustrativa é excelente.Abraçohttp://rabiscosincertossaltoemceuaberto.blogspot.com/

    Curtir

  2. Querida Luci,Penso que em PT a sociedade já não parece assim tão preconceituosa neste aspeto mas pelo que tenho verificado em alguns sites brasileiros, o mesmo ainda não se passa no Brasil. Estranho, admito! Embora, claro está, tudo dependa da região de Portugal onde nos encontremos.Com o tempo lá chegaremos! Bj.

    Curtir

  3. Não gosto de rótulos…Acho bem que as pessoas se cuidem…os homens e as mulheres… Não faço diferença nisso. Penso que já não existem assim tantas diferenças.Quanto a serem metrossexuais?Que interessa?São homens.São mulheres.Ponto.=P

    Curtir

  4. Rabisco,concordo plenamente ctgo como faço referência no texto. Rótulos para quê? Cuidar de nós, com respeito pelo nosso semelhante e com a capacidade de partilhar/doar/amar – isso é o que importa.Abraço.

    Curtir

  5. Brilhante e Sensível Amigo:"…O termo metrossexual teve origem em 1994, na Inglaterra, popularizando-se em 2002. Os metrossexuais eram então conhecidos por “não viverem” sem o seu hidratante predileto para a pele, apreciarem um bom vinho, sonharem com o último modelo de carro desportivo e gostarem de comprar peças de design. Geralmente estavam bem colocados profissionalmente…"Amigo: Não conhecia o termo nem a sua significação.Concordo em absoluto com a sua opinião sobre este tipo de homens.Parabéns pelo preciosismo e brilhantismo de si.Concebe assuntos ou ideias sempre de forma fabulosa.Bem-Haja, pela honra da sua amizade.Abraço de parabéns sinceros e sempre a respeitá-lo e a estimá-lo.Foi excelente.Sempre a admirá-lopenaMUITO OBRIGADO pela sua simpática visita.Faz falta no meu humilde blogue.Bem-Haja, mágico amigo.Adorei lê-lo.

    Curtir

  6. Caro Pena,fico contente com o seu desconhecimento para com o conceito abordado. Significa que "metrossexual" é, sem dúvida" um rótulo desnecessárioAgradeço os seus elogios sendo que é um enorme prazer visitar o seu espaço virtual, assim como as suas palavras.Abraço.

    Curtir

  7. Não gosto de rótulos!A gente tem que se cuidar em todos os aspectos: moral, físico e espiritual.Se não… quem olhará por nós mesmos?Não importa a opção sexual, importa o que trazemos dentro da gente. E temos que nos cuidar sempre! Seres… os humanos…Sejamos o que queremos, com respeito e dignidade.Um beijo imenso de amor à vida.

    Curtir

  8. No es bueno tanto culto al cuerpo, hay cosas mejores que dedicar a cultivar, la cultura, las relaciones personales, etc, creo que esta gente está limitada por su autocomplacencia.Un abrazo

    Curtir

  9. Eu sou o perfeito oposto do metrossexual.Aliás acho que no próprio conceito há uma mistura de características que "caem" um pouco no campo da bissexualidade.O exemplo máximo geralmente apontado, é o David Beckam, e eu confesso, que pode ser muito belo objectivamente, muito excitante para tanta gente (mulheres e homens), mas eu trocá-lo-ia sempre por alguém mais natural e não tão sofisticado e artificial.Só o facto da depilação chega e cresce para eu não lhes achar o mínimo de piada. Mas há quem goste e sem dúvida, está na moda.

    Curtir

  10. Ora aí está outra da razão que me leva a discordar da designação "metrossexuais". Por que razão Beckam é o líder (bem sei que assim começou começou a 2ª/3ª parte da história mas refiro-me aos homens atuais)? Defendo aquele homem que gosta de si e de si cuida, dentro dos seus gostos (não gosta de depilação, por exemplo, não faz!). Bekmans, Ronaldos, … já são produtos comerciais. Então se falássemos de José Castelo Branco (bahhh), eh, eh, ehAbraço.

    Curtir

Deixe a sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s