Protejo [Te]

diário, escrita
Lágrima
Quebraram-se as barreiras geográficas…
 
Domados pelo silêncio das vibrações momentâneas e efémeras esboçou-se a expressão para si inaudita:
 
– Protejo-te!
Mais do que o rubor do rosto, um coração acarinhado.
 
Há quanto tempo…
 
Mas muitos momentos são efémeros assim como muitos são os acontecimentos pouco prováveis ou impossíveis, naquelas que são as Probabilidades Matemáticas.
 
 
(c) Sta Comba Dão, 29 de Julho de 2011 pelas 23h e 35 min
Anúncios

7 comentários sobre “Protejo [Te]

Deixe a sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s