Sem medo de viver

literatura

“Sem sombra de medo” by Paulo Vizeu

 O medo faz parte de nós e do nosso percurso nesta vida.

Associado ou não à ansiedade, dele precisamos para o nosso equilíbrio. Porém, existem momentos em que podemos atingir o patamar da patologia (ou dele nos aproximarmos). De forma a evitá-lo, há que desencadear todo um processo intrínseco e comportamental, com psicoterapia e auxílio daqueles que são, na verdade, os nossos amigos. Outros processos desenvolvemos em prol do nosso equilíbrio – a Saúde.

Estou a ler o livro “Sem Medo de Viver”, do qual aqui vos  deixo um parágrafo que espero possa contribuir para suscitar o interesse pela leitura do mesmo e pela luta interna, numa suave nota musical.

“(…)Todos podemos, indubitavelmente, fazer algo para sentir menos medo e obter mais tranquilidade, paz e amor. Trata-se de uma aventura possível e compensadora. A meditação, as terapias, a amizade, as actividades criativas, o exercício, o ioga, a jardinagem, a conversa, a leitura e ouvir música são alguns dos caminhos que podemos seguir para estar mais concentrados e reduzir o medo. Com a prática, podemos igualmente mudar a nossa forma de pensar. Não podemos evitar que aconteçam coisas más, mas podemos deixar de estar tão concentrados no modo como desejamos que sejam as coisas e apreciar mais o que temos. Não existe, porém, qualquer remédio rápido para controlar o medo e o sofrimento na nossa vida, nem para enfrentar as tensões do dia-a-dia.”

Lerner, Harriet (2007). Sem Medo de Viver . Lisboa : Lua de Papel, pp.14

Fotografia de Paulo Vizeu

Anúncios

Deixe a sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s