O Tempo Seca o Amor

literatura, poema

 

 

O tempo seca a beleza,
seca o amor, seca as palavras.
Deixa tudo solto, leve,
desunido para sempre
como as areias nas águas.

O tempo seca a saudade,
seca as lembranças e as lágrimas.
Deixa algum retrato, apenas,
vagando seco e vazio
como estas conchas das praias.

O tempo seca o desejo
e suas velhas batalhas.
Seca o frágil arabesco,
vestígio do musgo humano,
na densa turfa mortuária.

Esperarei pelo tempo
com suas conquistas áridas.
Esperarei que te seque,
não na terra, Amor-Perfeito,
num tempo depois das almas.

 

de Cecília Meireles in Retrato Natural

Anúncios

10 comentários sobre “O Tempo Seca o Amor

  1. Teca,eu também gosto muito de Cecília Meireles.O Paulo Vizeu é um excelente fotógrafo que tem também a sua página, como a minha principal, no multiply. Vale a pena descobrir: é muito acessível e boa gente.Doce beijo,Paulo

    Curtir

  2. Estimado Amigo de Excelência:Que delícia de poema escolhido por si, sublime amigo."…O tempo seca a saudade,seca as lembranças e as lágrimas.Deixa algum retrato, apenas,vagando seco e vaziocomo estas conchas das praias…"Parabéns. Excelente capacidade de "confeccionar" poesia de sonho. É mágico?Que este primeiro dia do ano seja repleto de felicidade para si e para a sua família.É fabuloso. Adorei.MUITO OBRIGADO pela visita. Gostei muito da sua simpatia.Abraço amigo de respeito imenso.Sempre a admirá-lopenaPerfeito.Tudo de maravilhar, amigo.

    Curtir

Deixe a sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s