As True Colors e o Profundo Vazio

escrita, opinião
20140615-004420-2660039.jpg
 
 
Muitas vezes encontrei, no profundo vazio, a ausência da cor no cintilar de um olhar triste e distante.
Para muitos, estes momentos de sofrimento e introspecção são fúteis. Mas, como mergulhar e aperfeiçoar o nosso Eu, já por si sempre tão rugoso, insensato e extemporâneo?
O encontro do profundo vazio não é intencional. Exige sofrimento, loucura, insanidade, sensibilidade e uma inteligência pouco peculiar. Sim, o mundo não é dos (nem para os) fracos. A sensibilidade e inteligência emocional quando se sobrepõem, de forma acentuada, à racional podem levar à abrupta extinção de um indivíduo. Mas é possível renascer. Pelo menos, pular desse profundo vazio, mergulhar nas intensas e verdadeiras cores – as True Colors – e alimentar a alma, continua e incessantemente.
Anúncios

Deixe a sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s