Cuidadores sempre sós

diário

mannequin-1208188_1920

Não é fácil.

Ninguém disse que seria fácil, mas também ninguém disse que seria tão difícil.

Patético. Tudo soa a patético.

O avançar da Doença de Alzheimer que afeta a minha avó, há 6 anos, destrói pedaços da minha mãe, principal cuidadora e meus. Subitamente, deparamo-nos com um ente querido que não sabe o nosso nome ou quem somos (o menos importante), não identifica a localização de uma dor, é capaz de passar 3 dias sem dormir, quando dorme, … parece um morto. As faculdades vão desaparecendo e nós, impotentes. O mesmo se passou com o cancro do meu pai: impotentes.

A ambos de nada adianta a medicação para a ansiedade ou para dormir. Há muito que o thriller começou e quando vislumbramos o horizonte, espelha-se um medo maior.

Opinião – The Keepers

7.ª arte, artigo, opinião

   The Keepers é a mais recente série/documentário/drama criminal apresentado no serviço Netflix, com 7 episódios, acerca do misterioso assassinato da freira Cathy Cesnik, há 5 décadas atrás.

   Até à atualidade, ainda não há certezas. Somente nos anos 90, algumas alunas desta freira, também professora de inglês do ensino secundário, começaram a dirigir-se aos órgãos idóneos, por forma a encontrar alguma tranquilidade e justiça, apresentando os seus depoimentos, que nos são apresentados, de forma cruzada, por duas antigas alunas, agora jornalistas criminais.

   Em causa estão os alegados abusos sexuais e violações que se verificaram em Colégios Católicos desde, pelo menos, a 2.ª metade dos anos 60, em Baltimora, nos EUA. As referências compreendem os anos de 1968 a 1972, e as práticas algo hediondas  de padres, com o conhecimento de estruturas superiores e o envolvimento de outros níveis de referência na sociedade, junto a adolescentes desprotegidas.

   Uma freira meiga e compreensiva, contrastando com as restantes colegas de profissão, ao ouvir as alunas abusadas e com a noção do que se passava naquelas instituições, supostamente procurou denunciar o caso. Este foi o mote para que a sua morte fosse organizada e levada a cabo, de forma inusitada, macabra e sem que até à atualidade se saiba exatamente o que aconteceu. Pelo exposto, esta tentativa de denúncia não passa de uma hipótese. Também, ao longo da série, as acusações feitas, com documentos e fotografias, não contam com a defesa dos acusados, todos já desaparecidos. Porém, todos nós já ouvimos falar acerca de histórias deste género, o que dificulta o ato de “duvidar”.

   Algumas das confissões das antigas alunas abusadas têm uma carga emocional e dramática bastante fortes. Se verdadeiras, é louvável como conseguiram refazer as suas vidas. Do outro lado, aquelas que nunca falaram e que certamente refugiaram-se nas drogas ou no suicídio.

Leituras complementares, aqui e aqui.

Sonhos Desencontrados

diário, fotografia

Cada dia que passa, constato e vejo-me obrigado a assumir os meus sonhos desencontrados.

Relativamente a este espaço, creio ter findado a sua validade. Mas sou feito de incertezas…

Chove by Paulo Vasco

Da natureza

educação

O caranguejo eremita amplia seu revestimento blindado com uma anémona venenosa que age como um guarda-costas.

Jealous Guy

música

 

 

 

I was dreaming of the past
And my heart was beating fast
I began to lose control
I began to lose control
I didn´t mean to hurt you
I´m sorry that I made you cry
I didn´t mean to hurt you
I´m just a jealous guy
I was feeling insecure
You might not love me anymore
I was shivering inside
I was shivering inside
I didn´t mean to hurt you
I´m sorry that I made you cry
I didn´t want to hurt you
I´m just a jealous guy
I was trying to catch your eye
Thought that you were trying to hide
I was swallowing my pain
I was swallowing my pain
I didn´t mean to hurt you
I´m sorry that I made you cry
I didn´t mean to hurt you
I´m just a jealous guy
Songwriters: Lennon, John

Momento

diário, escrita, memórias

 

Quantas vezes acordo e penso que tudo não passou de um pesadelo. Logo a realidade é chamada a mim.

Efémera existência.

Dura realidade.

Caminho rumo à solidão de dias incógnitos e assustadores.

Assim…

 

 

Prometo não falar de amor de gostar e sentir

Portanto não vou rimar com dor um mentir

Joga-se pelo prazer de jogar e até perder

Invadem-se espaços trocam-se beijos sem escolher

Homens temporariamente sós / que cabeças no ar

 

 

Não retratos de solidão interior

Não há qualquer tragédia / Mas um vinho a beber

Partidas regressos conquistas a fazer

Tudo anotado numa memória que quer esquecer

 

 

Homens sempre sós preferem perder

 

 

Homens sempre sós são bolas de ténis no ar

Muito abatidos saltam e acabam por enganar

Homens sempre sós nunca conseguem casar

Felina

artigo

A gata da avó – Matriarca -, by Paulo Vasco

Sim, os animais são nossos amigos.

Quando a avó, já com a Doença de Alzheimer veio viver cá para casa, a Matriarca também a acompanhou, num lindo gesto solidário.

Da cerejeira

fotografia

Da cerejeira by Paulo Vasco

Lost Frequencies – What is Love 2016

música

Baseado no original de Haddaway, nos anos 90.

 

Um olhar

fotografia

Do jardim da minha mãe

Do jardim da minha consulta

Do jardim da minha mãe by Paulo Vasco